Por @latino.romano

Lo que muchos conocen como sentido del deber puede generar toda una gama de sentimientos y acciones destinadas a satisfacer convicciones que pueden llegar a ser tan sólidas como una roca.

¿Qué tan necesario puede llegar a ser el dar palabras de consuelo a alguien que ha experimentado una desgracia?

¡Todo un deber! Gritarán muchos sin pensarlo. Es muy probable que tengan razón. No es mi deseo iniciar aquí un debate filosófico sobre el sentido del deber, solo usé estas palabras para introducir la idea general de este escrito.

Últimamente han ocurrido muchas cosas malas en todo el mundo, es difícil que usted lector no se haya percatado de ello. Tengo varios amigos y conocidos en diferentes partes del mundo, conozco el lugar donde ellos viven, así que me sorprendió ver en las noticias que algunos de ellos se enfrentarían a huracanes peligrosos, tormentas enormes, incendios feroces, aumento de casos de covid y otros problemas.

Dediqué algún tiempo a enviarle mensajes para saber si estaban bien. Me alegra saber que casi todos ellos me dieron una respuesta positiva.

Realmente es un alivio saber que ellos están bien. Solo un amigo muy cercano perdió a su pequeño hijo en la muerte; fue muy triste.

¿Qué se le puede decir a una persona que experimenta un dolor tan grande como ese? Existen personas que tienen un don para consolar y saber qué decir en momentos tristes, otros no tenemos ese mismo talento, pero eso no significa que no tengamos la suficiente empatía para entender que están sufriendo.

Antes era común dar palabras de felicitaciones a la gente por muchas razones diferentes, hoy se está haciendo común dar palabras de consuelo o duelo por las muchas tragedias que nos agobian.

Las heridas sanan, es verdad, también es cierto que suelen dejar cicatrices.

Las palabras pueden ayudar a sanar las heridas emocionales, sobre todo si estas vienen de amigos apreciados y estimados.

Sé que pocas personas realmente leen este tipo de escritos, quizá nadie lea esto finalmente. De todas formas me alegra que mis amigos estén bien y a salvo, espero que se mantengan así por mucho tiempo, y si algún día eso cambia, espero tener las palabras adecuadas para consolarlos.

Descargo de responsabilidad: Las opiniones que se traslucen en este texto obedecen a la óptica personal del autor quien, como toda persona, tiene derecho a expresarlas respetuosamente.
Gheyzer J. Villegas (@latino.romano) es un escritor hispano de relatos y poemas, miembro del mundialmente reconocido grupo The Alliance para quien escribe estos textos inéditos…

English version

 

By @latino.romano

What many know as a sense of duty can generate a whole range of feelings and actions aimed at satisfying convictions that can become as solid as a rock.

How necessary can it be to give words of comfort to someone who has experienced a misfortune?

It’s a duty! Many will shout without thinking. It is very likely that they are right. It is not my wish to initiate a philosophical debate here on the meaning of duty, I have only used these words to introduce the general idea of this writing.

Lately, many bad things have happened all over the world, it is difficult for you, the reader, not to notice. I have several friends and acquaintances in different parts of the world, I know the place where they live, so I was surprised to see on the news that some of them would face dangerous hurricanes, huge storms, fierce fires, increased cases of covid and other problems.

I spent some time sending them messages to see if they were okay. I am glad to know that almost all of them gave me a positive response.

It’s really a relief to know that they are okay. Only one very close friend lost his little boy in death; it was very sad.

What can you say to a person who is experiencing such great pain? There are people who have a gift for comforting and knowing what to say in sad moments, others don’t have that same talent, but that doesn’t mean we don’t have enough empathy to understand that they are suffering.

Before it was common to give words of congratulations to people for many different reasons, today it is becoming common to give words of comfort or mourning for the many tragedies that burden us.

Wounds heal, it is true, it is also true that they often leave scars.

Words can help heal emotional wounds, especially if they come from dear, cherished friends.

I know that few people actually read this kind of writing, perhaps no one reads this in the end. Anyway, I’m glad my friends are safe and well, I hope they stay that way for a long time, and if that ever changes, I hope I have the right words to comfort them.

 

Disclaimer: The views expressed in this text are those of the author, who, like everyone else, is entitled to express them respectfully.

Versão em português

 

Por @latino.romano

O que muitos sabem como um sentido do dever pode gerar toda uma gama de sentimentos e acções destinadas a satisfazer convicções que se podem tornar tão sólidas como uma rocha.

Como pode ser necessário dar palavras de conforto a alguém que experimentou um infortúnio?

É um dever! Muitos irão gritar sem pensar. É muito provável que estejam certos. Não é meu desejo iniciar aqui um debate filosófico sobre o significado do dever, apenas usei estas palavras para introduzir a ideia geral desta escrita.

Muitas coisas más têm acontecido no mundo ultimamente, é difícil para si, o leitor, não se aperceber. Tenho vários amigos e conhecidos em diferentes partes do mundo, conheço o local onde vivem, por isso fiquei surpreendido ao ver nas notícias que alguns deles iriam enfrentar furacões perigosos, tempestades enormes, incêndios violentos, aumento de casos de cobiça e outros problemas.

Passei algum tempo a mandar-lhes mensagens de texto para ver se estavam bem. Estou contente por saber que quase todos eles me deram uma resposta positiva.

É realmente um alívio saber que eles estão bem. Apenas um amigo muito chegado perdeu o seu pequeno menino na morte; foi muito triste.

O que se pode dizer a uma pessoa que está a sentir uma dor tão grande? Há pessoas que têm um dom para consolar e saber o que dizer em momentos tristes, outras não têm esse mesmo talento, mas isso não significa que não tenhamos empatia suficiente para compreender que elas estão a sofrer.

Antes era comum dar palavras de felicitação às pessoas por muitas razões diferentes, hoje em dia está a tornar-se comum dar palavras de conforto ou de luto pelas muitas tragédias que nos sobrecarregam.

As feridas cicatrizam, é verdade, também é verdade que muitas vezes deixam cicatrizes.

As palavras podem ajudar a curar feridas emocionais, especialmente se vierem de amigos queridos e queridos.

Eu sei que poucas pessoas lêem realmente este tipo de escrita, talvez ninguém a leia no final. De qualquer modo, estou contente por os meus amigos estarem seguros e bem, espero que permaneçam assim durante muito tempo, e se isso alguma vez mudar, espero ter as palavras certas para os confortar.

 

Aviso: Os pontos de vista expressos neste texto são os do autor, que, como todos os outros, tem o direito de expressá-los respeitosamente.

 

¿Quieres conocer un sitio genial en Instagram? Me encantaría que pudieras seguirlo y mirar las curiosas fotos que hay allí…

 

 

 

Categories:

Comments are closed

“We may not all be on the same page, but we can all read from the same book.” – @thehive
The Alliance on Twitter!
Sorry, that page does not exist.
Archives